© 2019 - Instituto de Psicologia Integrativa e Imagem Corporal.

Todos os Direitos Reservados

Introdução

O filosofo e poeta Willian Irwin Thompson disse certa vez que “As ideias, da mesma forma como as uvas, crescem em cachos. As pessoas gostam de se agregar pelo simples fato de sentir que, na videira, suas ideias se tornam mais completas e mais enriquecidas”.

Tomando a figura utilizada por Thompson como uma alegoria da vida, cada cacho de uva tem sua essência biológica nos componentes que o formaram e que determinaram seu crescimento. Os nutrientes que teve disponível, dependentes do solo onde a videira foi plantada, dos adubos e água que recebeu são parte de sua formação. O clima do local, a posição do cacho que o faz receber mais ou menos sol, e a quantidade de uvas da planta, são fatores que influenciam seu desenvolvimento. Cada parreira tem uma espécie e origem, os vinicultores bem sabem que cada uva tem seu sabor, teor de açúcar e acidez peculiar, e as bagas tendem a manter algumas características de suas progenitoras.

Acreditando que na natureza estão todos os ensinamentos, o ser humano integrado é aquele que está em contato com todos os aspectos da sua existência; sua história, seu corpo, a nutrição física e emocional que recebeu, o lugar, cultura e ambiente a que está sujeito, e principalmente os outros que o cercam, pois com estes, as vidas “se tornam mais completas e mais enriquecidas”.